minimalista

Vida minimalista: aprenda como fazer seu armário cápsula

Em meio à ascensão do estilo de vida minimalista, você já deve ter ouvido falar em armário cápsula, certo? Esse conceito é inspirado no armário das mulheres da década de 1930, que costumavam ter mais ou menos 36 peças de roupas. A ideia veio à tona em 1985, quando a estilista Donna Karan lançou uma coleção de apenas sete peças básicas e atemporais que se combinavam.

De lá pra cá, o armário cápsula se popularizou e hoje se adapta a diferentes estilos. Pensando em apresentar a você essa alternativa de organização, preparamos este post! Confira, a seguir, no que consiste o armário cápsula e o passo a passo para montar o seu:

Mas, afinal, o que é um armário cápsula?

Trata-se de um técnica em que é escolhido um número limitado de peças para vestir durante determinado período – uma estação, um semestre ou trimestre, por exemplo. A ideia é que, ao finalizar a seleção do armário cápsula, nenhuma outra roupa seja comprada e que as combinações aconteçam entre as que já estão lá.

Essa é uma alternativa aos hábitos de consumo que levam as pessoas a comprarem mais peças do que precisam e acabarem não sabendo como usá-las depois. Em algum momento você já deve ter se pegado em frente ao seu guarda-roupa abarrotado de roupas pensando que “não tinha nada para vestir”.

Ter menos peças, mas conseguir tirar melhor proveito delas, portanto, é uma das grandes vantagens do armário cápsula. Além disso, ele é uma ótima decisão porque:

  • Você economiza tempo e dinheiro;
  • Sua criatividade nos looks aumenta;
  • As peças sem uso recebem um destino mais interessante;
  • Fica fácil manter a organização das roupas.

Agora que você já conhece os fundamentos dessa técnica minimalista, siga 3 passos para colocá-la em prática.

1. Planeje a periodicidade e quantidade

Para começar, faça o planejamento do intervalo de tempo entre uma atualização e outra do seu armário cápsula. Se você mora em uma região que passa pelas quatro estações bem definidas, é interessante fazer a troca de roupas de acordo com elas. Agora, se sua cidade só tiver duas estações, o verão e o inverno, então é melhor mudar o guarda-roupas semestralmente.

Depois, determine quantas peças irão compor o armário e crie categorias (blusas, calças, saias, casacos, suéteres etc). Considere apenas o essencial e invista em roupas curingas. Você pode, por exemplo, limitar o número de 36 peças, excluindo os acessórios, como bolsas, lenços e cintos.

2. Escolha estrategicamente as peças

Nessa etapa, é importante atentar-se à escolha estratégica das roupas que farão parte do armário cápsula. O ideal é que você analise as peças que mais usa no dia a dia e então dar preferência a elas, sem esquecer do número já estipulado.

Vamos supor que você costume montar looks de inverno compostos, basicamente, por calça jeans + tricô + jaqueta. Nesse caso é interessante dar prioridade a pelo menos 3 calças, 5 tricôs e 1 jaqueta. Assim, você pode variar as combinações e ter sempre à mão suas peças favoritas.

3. Deixe as roupas bem organizadas

Após selecionar as peças, é hora de organizá-las! Guarde-as em seu armário cápsula separadas por categorias e de maneira que preserve a sua qualidade: as camisetas de algodão, por exemplo, ficam melhores dobradas na gaveta, enquanto os vestidos de linho devem ser pendurados em cabides. A arrumação é uma parte importante do lifestyle minimalista.

E você, como tem aplicado esse estilo de vida? Conte-nos sua experiência e opinião sobre o armário cápsula nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.