Protetor solar para o rosto

Importância de usar protetor solar para o rosto

Usar um protetor solar para o rosto é mais do que uma questão estética

O excesso de exposição sem protetor solar é o grande responsável pelo melanoma, o tipo mais sério de câncer de pele, e por cerca de 80% do envelhecimento da pele. Para evitar isso, é aconselhável o uso do protetor solar para o rosto e para o corpo. O primeiro em questão, ainda não faz parte da maioria dos rituais de beleza. A seguir, conheça quatro razões para isso mudar:

1) Evita o envelhecimento

Os raios ultravioletas são os grandes vilões que causam sinais de envelhecimento da pele. Com o uso do protetor solar para o rosto, você poderá prevenir a formação de rugas finas e marcas de expressão.

Engana-se quem associa os raios UV apenas ao verão.Mesmo nos meses mais frios a intensidade dos raios UVA e UVB continua alta e exige proteção.Então, independente da estação ou lugar, é essencial sempre aplicar um protetor adequado no rosto.

2) Nada de manchas de sol

O protetor solar não só ajuda a prevenir o seu aparecimento como também ajuda a atenuar a sua cor com o passar do tempo, aliado a um tratamento específico. Além disso, o uso regular do produto também evita o escurecimento das olheiras e marcas de acne.

3) Previne o câncer de pele

Esse é, com certeza, o maior motivo para o uso diário do protetor solar. Torne o uso dele como parte da sua rotina e invista em cosméticos que já possuam FPS para agregar na proteção.4)

4) Melhora a textura da pele

O uso contínuo do protetor solar para o rosto deixa a pele com aquela textura suave, bem homogênea, uma vez que previne vários problemas como irritações, oleosidade excessiva, e linhas finas. Além disso, ele também tem função hidratante, mesmo os que possuem propriedades anti-brilho, funcionando como um aliado do seu hidratante diário comum.

5) Por que não usar o protetor solar corporal no rosto?

Apesar do uso não ser proibido, os protetores corporais apresentam uma textura diferente que pode criar certo incômodo. Eles tendem a ser mais oleosos e costumam deixar a pele da face um pouco mais brilhosa. Isso atrapalha, por exemplo, na fixação da maquiagem, que precisa de uma superfície sequinha para durar mais.

Essa formulação mais oleosa é sentida principalmente por quem tem uma pele de tipo oleoso. Nesses casos o mais indicado é procurar protetores não comedogênicos, que não entopem os poros.

Como escolher o protetor solar facial adequado?

Antigamente, bastava verificar o fator de proteção solar, mas agora você deve observar outros pontos na hora de comprar o seu protetor solar para o rosto:

  • Fator de proteção solar (FPS) – Os dermatologistas recomendam usar acima de 30 no rosto. No caso de uma pele muito clara ou sensível, é necessário um FPS maior.
  • Amplo espectro – O protetor deve fornecer proteção UVA e UVB.
  • Protetor para o tipo de pele  – Quem possui pele mista ou pele oleosa precisa se preocupar com a consistência do protetor. Os mais recomendados são os com formulações mais secas: oil free, fluido, em gel, toque seco.
  • Pele sensível, rosácea e/ou com facilidade de irritação – Geralmente, contém as substâncias como o dióxido de titânio ou óxido de zinco. Quem tem pele sensível deve evitar filtro solar com álcool.

Na hora de aplicar o protetor solar para o rosto, não exagere. A quantidade recomendada é meia colher de chá. Também não se esqueça de aplicar a mesma quantidade no seu pescoço, ok? Lembrando que o tempo de absorção varia de 15 a 30 minutos, sendo necessária reaplicação a cada duas horas.

Leia mais sobre como manter a sua pele saudável através da limpeza correta.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *