Mulher sentada na grama meditando

Mapa mental para a beleza e a saúde!

Um mapa mental representa em forma de imagens e palavras as coisas que a gente costuma pensar. Afinal, quando começa um novo ano, todos traçam novas metas e ensaiam melhorar seus estilos de vida. Nesse contexto, o mapa mental pode ser um caminho para organizar essas ideias. Assim, é possível enxergar as coisas com mais nitidez e calma. Além disso, elaborar seu mapa mental pode trazer inúmeros benefícios para a estética e para a saúde.

Sem contar o fato de que o mapa mental é uma atividade muito terapêutica. Quer saber mais? Então confira neste post como aplicar um mapa mental para ter mais beleza e ser mais saudável. Confira!

Saiba quais são as vantagens do mapa mental

Os mapas mentais permitem uma maior estruturação dos pensamentos. Assim, fica mais simples identificar quais são as ações necessárias para alcançar nossos objetivos. Além disso, conseguimos nos sentir bem com nossos propósitos, sabendo que a cada dia estamos dando um passinho a mais em direção a um sonho ou meta cotidiana.

Por exemplo: você pode fazer um mapa mental para prevenir as rugas. Desse modo, você pode dividir em tópicos as etapas do caminho para uma pele mais lisinha. Pode ser tomar mais água, passar o hidratante com uma disciplina maior, melhorar a alimentação etc. Essa ferramenta traz três armas para gente lutar por nossos objetivos:

  • Visão panorâmica: conseguimos, por meio de figuras e palavras-chave, memorizar com facilidade nossas metas;
  • Despertar de sentimentos: lembramos de um desejo que fica esquecido, o que dá mais disposição e vontade no dia a dia;
  • Atitude: como vemos exatamente o que deve ser feito, fica mais fácil partir para a ação.

Conheça um passo a passo para montar um

Existem inúmeras maneiras de desenhar um mapa mental, até mesmo com softwares específicos. Porém, ele também pode ser feito com lousa, cartolina, papel cartão ou qualquer outro material que se queira.

Uma boa ideia é escolher quais são os seus maiores desejos e montar um esquema desse tipo para cada um deles. Quer dicas de como pôr em prática? Então confira!

Crie metas

Comece listando seus objetivos de uma forma mais abrangente. Nesse sentido, você pode estabelecer o intuito de perder peso, por exemplo. Depois, você vai pensar em assuntos interligados a essa ideia principal.

Trace subdivisões

Muitas atitudes estão envolvidas quando se quer emagrecer. Por esse motivo, com a sua meta maior identificada, você pode ramificar seus propósitos em vários outros. Por exemplo: cuidados com a pele que quero fazer depois de um regime, tipos de esporte que quero experimentar, cosméticos novos que quero conhecer etc.

Acrescente figuras e cores

O mapa mental deve ter tonalidades e desenhos que despertem boas vibrações em você. Desse modo, procure figuras que tragam calma, esperança e determinação. Mais uma dica é que ele esteja sempre acessível: no fundo de tela de um computador, na parede do quarto, anexado na estante ou mesmo na porta da geladeira.

Use o mapa mental com sentimento

A ideia de fazer esses organogramas e desenhos é amadurecer alguns sentimentos na gente, como a segurança e a tranquilidade. Por esse motivo, toda vez que você olhar para esse quadro, coloque sentimento nas mensagens que estão ali. Desse modo, pense com garra, com vontade e gana. Assim, o mapa mental será uma nova maneira de fortalecer a autoestima.

Reprograme a sua mente

Além de se organizar com o mapa mental, você pode reprogramar a sua maneira de pensar, tentando controlar as suas ideias para coisas mais positivas. Na verdade, o pensamento mais pessimista é muito recorrente. Afinal, quem nunca teve sensações como “não estou pronta”, “não consigo”, “não é para mim” etc. Pois bem, essas ideias são crenças limitantes que não contribuem em nada.

Por esse motivo, quando nos libertamos dessas vozes mais depressivas, conseguimos encarar o novo com mais energia e saúde mental.

Ou seja, você deve ensinar seu cérebro a substituir as frases inseguras por outras mais autoconfiantes: “eu tenho condições”, “eu posso” e “vai dar certo”, por exemplo, são palavras que devem ser ditas como mantras. Isso também é ótimo para combater a ansiedade, uma vez que o pensamento positivo diminui a angústia de nunca encontrar saídas e, por causa disso, ficar com aquela agitação frenética.

Portanto, a técnica do mapa mental é perfeita para evitar que nossos planos e sonhos fiquem perdidos pelo caminho. Afinal de contas, com nossas ideias sistematizadas, podemos estar de olho nas nossas atitudes, dando um passo sempre adiante sem estagnar.

Por falar nisso, uma coisa importante para evoluir é o equilíbrio emocional. Por essa razão, além de manter suas metas organizadas, é fundamental contar com boas energias. Nesse quadro, que tal saber mais sobre as técnicas de relaxamento? Então leia também nosso post sobre a meditação de 5 minutos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *